AMA MOTOCROSS 2015 – IRONMAN – 250CC

Largada 250cc IronMan

 

Fala piloto! Tudo bem com você? Espero que sim!

Final de semana passado aconteceu a última etapa do AMA Motocross, Ironman!

Nossa nota para categoria 250 cilindradas é 8,9. Tivemos boas disputas nas duas baterias, porém a disputa mais esperada do final de semana durou muito pouco, se não vai assistir, fique tranquilo, vamos falar sobre na coluna de resultados logo abaixo. Tivemos boas surpresas no pódio, os Rookies estão dando trabalho! Referente às baterias, dessa vez, como é a última etapa, sugiro assistir as duas.

Se por acaso já assistiu, é só pular os vídeos abaixo.

Primeira Bateria

Segunda Bateria

A pista de Ironman proporcionou um lindo espetáculo! O terreno é excelente, e enquanto a área ao redor é plana, a pista oferece enormes mudanças de elevação e saltos , muito semelhante a pista de RedBud. Ela entrou no calendário do AMA Motocross ano passado e esse ano já reúne um grande público apaixonado pelo esporte!

Aaron Plessinger

Aaron Plessinger

Aaron Plessinger venceu sua primeira etapa e a primeira corrida andando como profissional (2-1)! Ele vem apresentando uma ótima pilotagem, por diversas vezes falamos sobre o piloto em nossas matérias, mas dessa vez ele se superou! Na primeira bateria andou muito, muito mesmo, e nas últimas voltas fez uma bela pressão em Cooper Webb. Nessa etapa sua performance estava incomum, na segunda bateria também deu um show! Fez uma corrida de recuperação até ultrapassar Joey Savatgy, assumir a liderança e sumir até a linha de chegada.

Joey Savatgy

Joey Savatgy

Em segundo lugar ficou Joey Savatgy, que também estava disputando com Plessinger sua primeira vitória como profissional, mas acabou ficando para próxima. Joey finaliza essa etapa em segundo lugar, mas fecha um ano muito bom! Ver seu rosto no pódio esse ano não foi incomum, ele é uma das grandes promessas para o próximo ano na categoria, caso os pilotos da Yamaha migrem para a 450cc.

Jessy Nelson

Jessy Nelson

Jessy Nelson estava um pouco sumido, mas conseguiu nessa etapa um belo terceiro lugar na classificação geral (3-6).  Será que o piloto conseguiria o mesmo resultado se Cooper Webb não tivesse abandonado a segunda bateria e Jeremy Martin estivesse disposto a acelerar? Nelson tem estilo, mas ainda não conseguiu desenvolver grande velocidade. Vendo o desempenho de Plessiger e Savatgy, não vejo muitas possibilidades dele se destacar ano que vem se apresentar o mesmo ritmo.

Marvin Musquin

Marvin Musquin

Tudo bem, eu sei. Onde estão Marvin Musquin, Jeremy Martin e Cooper Webb?

Vamos lá! Marvin Musquin abandonou a primeira corrida com problemas mecânicos em sua KTM, tirando suas chances ao título, caso Martin não passasse pela mesma tragédia na segunda bateria. Obviamente, Martin não se arriscou, sabendo disso, fez um suficiente quarto lugar na primeira bateria e um nono lugar na segunda-feira. Sem dúvida fez 99 orações durante as provas para a moto chegar até o final… rs

Cooper venceu a primeira bateria e abandonou a prova na segunda, pois após um bom inicio de prova, acabou exagerando no scrub e não conseguiu trazer a motocicleta de volta.

Segue texto original onde Cooper fala sobre a segunda bateria:

Moto 2 I got a good start was feeling good and scrubbed a jump just to much. There was some water on the face and landing so she went and I couldn’t bring her back. 

Resultados

1. Aaron Plessinger (2-1)
2. Joey Savatgy (5-2)
3. Jessy Nelson (3-6)
4. RJ Hampshire (8-4)
5. Matt Bisceglia (6-5)
6. Jeremy Martin (4-9)
7. Zach Osborne (10-7)
8. Christian Craig (9-8)
9. Cooper Webb (1-37)
10. Marvin Musquin (40-3)
11. Martin Davalos (12-10)
12. Shane McElrath (11-11)
13. Hayden Mellross (13-14)
14. Chris Alldredge (7-31)
15. Daniel Baker (17-12)
16. Darian Sanayei (15-15)
17. Marshal Weltin (14-16)
18. Jace Owen (18-13)
19. Nick Gaines (16-19)
20. Alex Frye (21-17)

Podio Ironman

Classificação geral

1. Jeremy Martin – 491 pontos
2. Marvin Musquin – 479 pontos
3. Joey Savatgy – 348 pontos
4. Zach Osborne – 330 pontos
5. Jessy Nelson – 323 pontos
6. Aaron Plessinger – 311 pontos
7. Alex Martin – 288 pontos
8. Matt Bisceglia – 256 pontos
9. Shane McElrath – 248 pontos
10. RJ Hampshire – 248 pontos

jeremy

Jeremy Martin

Jeremy Martin consegue defender seu título na categoria! Um ano maravilhoso para equipe Yamaha, que mostrou sua superioridade na categoria! Jeremy diz que defender esse título foi a coisa mais difícil que ele já fez e agradece todos aqueles que ajudaram em sua jornada.

“Through 12 rounds 24 motos I was able to defend my title. It was the hardest thing I’ve ever done! So I just let it go after the finish!!! Couldn’t have done it without @oshow1 @pedro129 @chadsweitzer @alexmartin_31 …”

Esperamos que tenha gostado! Curta, compartilhe e comente, seu apoio é muito importante para nós!

Comentários

Comentáros

Leave a Reply