AMA MOTOCROSS 2015 – UTAH – 250CC

Primeira Bateria

Segunda Bateria

Fala piloto! Tudo bem com você? Espero que sim!

Final de semana passado aconteceu a décima primeira etapa do AMA Motocross, em Utah!

Agora só falta uma etapa…

bebe

Tudo bem, tenho que admitir que estou triste também, mas a última etapa da categoria 250cc tem tudo para ser INSANAAAA!

Nossa nota para categoria 250 cilindradas foi 9,7. Uma das notas mais altas do ano, pois as baterias foram extremamente emocionantes, principalmente levando em consideração a disputa pelo título, e o recente estranhamento entre Cooper Webb e Marvin Musquin!  As baterias completas estão disponíveis nos vídeos acima, se o tempo estiver curto se vira, assiste um hoje e outro amanhã, não pode perder nenhuma.

A pista de Utah proporcionou um incrível espetáculo! Em um clima bem seco, como na maioria dos anos, solo duro e grandes saltos, permitindo o desenvolvimento de grande velocidade! Essa etapa é uma das mais aguardadas do ano! Não me pareceu uma pista de grande dificuldade técnica, pois poucos pilotos se atrapalharam e apenas houve um acidente forte. Ela estava muito bem desenhada e levou a torcida à loucura!

Jeremy Martin (1)

Jeremy Martin (1)

Jeremy Martin está se mostrando um guerreiro nato! Na primeira bateria se envolveu em um acidente, porem conseguiu, com muita habilidade, finalizar a prova em terceiro! Já na segunda corrida, o piloto largou relativamente bem e não tomou consideração. Passou por Musquin como se ele estivesse parado e recebeu um presente de seu companheiro de equipe, terminando em primeiro lugar!

Confesso que tenho mais simpatia por Musquin, porem esse ano Martin merece o título, estarei torcendo para ele na última etapa! Mesmo levando a taça, ele faz a mesma quantidade de pontos de Musquin e mantem sua vantagem de 2 pontos. São valiosos pontos que podem contar a seu favor na decisão final!

Marvin Musquin

Marvin Musquin

Marvin Musquin ficou em segundo lugar na etapa e tem todas as condições para levar a taça para casa na última etapa de Ironman, em Crawfordsville, Indiana. O resultado dessa corrida poderia ter sido melhor, mas pela primeira vez vimos Cooper Webb colaborando claramente com seu companheiro de equipe Jeremy Martin. Depois de aproximadamente três corridas que os dois vem se estranhando e trocando comentários, Webb não precisou nem encostar em Musquin, para auxiliar seu companheiro. Na primeira bateria, onde Musquin foi vencedor, Cooper quase conseguiu passar, porém bateu sua perna em um monte de terra e acabou se desequilibrando, finalizando em segundo lugar. Já na segunda bateria, Webb não quis saber, largou bem e logo passou Marvin, porém estranhamente não “conseguiu” se destânciar e ficou ali só esperando Martin chegar e ultrapassar Musquin, após essa ultrapassagem Cooper abriu para Jeremy Martin passar e depois se distanciou de Musquin, que acabou ficando em terceiro lugar.

A guerra está mais do que declarada, Webb uniu forçar com Martin, para beneficiar a equipe! Marvin terá que agir com muita inteligencia e vontade na última etapa, pois os pilotos da Yamaha estão visivelmente mais rápidos.

Cooper Webb

Cooper Webb

Cooper, como dissemos acima cedeu a vitória para Martin, e com isso terminou o final de semana em terceiro lugar no geral, com dois segundos lugares. Como disse algumas vezes, esse garoto tem cara de vencedor, porém ainda está errando muito durante as competições.

Resultado

1. Jeremy Martin | 3-1
2. Marvin Musquin | 1-3
3. Cooper Webb | 2-2
4. Aaron Plessinger | 4-4
5. Matt Bisceglia | 6-6
6. Zach Osborne | 9-5
7. RJ Hampshire | 7-7
8. Alex Martin | 8-8
9. Joey Savatgy | 5-11
10. Jessy Nelson | 11-9
11. Shane McElrath | 12-10
12. Toshiki Tomita 15-13
13. Nick Gaines | 16-14
14. Christian Craig | 10-32
15. Martin Davalos | 25-12
16. Chase Marquier | 14-19
17. Marshal Weltin | 13-35
18. Hayden Mellross | 21-15
19. Justin Starling | 18-18
20. Brandon Scharer | 22-16

Podio utah 250cc

Classificação geral

1. Jeremy Martin 461
2. Marvin Musquin 459
3. Joey Savatgy 310
4. Zach Osborne 305
5. Jessy Nelson 288
6. Alex Martin 287
7. Aaron Plessinger 264
8. Shane McElrath 228
9. Matt Bisceglia 225
10. Cooper Webb 221

Não tem como a última etapa ser menos de excepcional, com essa diferença de pontos e com a certeza que Musquin e Jeremy vão se enfrentar em algum momento das baterias, além de Webb, um coringa que trabalhará em função da equipe Yamaha! Quero ver você super ligado na próxima etapa dia 22/08! Se não conseguir acompanhar o evento ao vivo, fique tranquilo, postaremos os vídeos dia 23/08, sem nenhuma pista do resultado, como sempre. Em nosso site você pode entrar tranquilo que não receberá nenhum spoiler, a não ser na próxima terça, como de costume.

Esperamos que tenha gostado! Curta, compartilhe e comente, seu apoio é muito importante para nós!

Comentários

Comentáros

Um comentário

Leave a Reply