MUNDIAL DE MOTOCROSS 2015 – MX2 KEGUMS 12ª ETAPA

Fala galeraaa, tudo tranquilo?

Vocês não vão acreditar no que rolou nas 250cc durante a 12ª etapa do Mundial de Motocross. Bem, pra começar, como eu já falei na matéria da MXGP que veio ao ar na segunda feira, Kegums foi o palco do último motocross das nações, e extremamente rápida e esburaca, nos reserva sempre boas surpresas. Quem por exemplo não lembra do tombo épico de Jeremy Martin, piloto americano campeão do AMA Motocross?! (Caso não lembre, veja abaixo)

Esse ano não foi diferente, a única disparidade foi a chuva torrencial que atingiu a região do circuito um dia antes da 12ª etapa, deixando o areião mais pesado do que nunca, principalmente para as 250cc que andavam trabalhando acima de seus limites.

Areião pesado foi um desafio a mais. foto: MXGP

Areião pesado foi um desafio a mais. foto: MXGP

Ahh, vale mencionar também que a 12ª etapa não teve a presnça de Jeffrey Herlings, que tirou “folga” para se recuperar da lesão na mão e voltar com força total.

Vamos conosco?

E como dito anteriormente, acho que a maior surpresa que esse belíssimo GP trouxe a tona foi o vencedor. Em um GP que Herlings não está presente, chutamos a vitória em caras como Valentin Guillod ou Tym Gajser. Pois bem, não foram eles!

O vencedor desse GP foi Max Anstie! E não foi uma vitória ocasional, Anstie venceu as duas baterias do dia, travando belas batalhas. Rápido, constante e seguro, foi uma perfomance mais do que dominante!

Anstie_MXGP_12_LV_2015

Max Anstie acelerou muito, e não foi fácil! Na primeira bateria, Anstie saiu de 4º para a vitória! Veja os vídeos abaixo. foto: MXGP

A segunda colocação ficou com o estreante na equipe KTM, Paul Jonass. O garoto que já arquivou bons resultados esse ano, conquistou dois segundos lugares, bem constantes e tranquilos. Com duas largadas de “ponta”, Jonass só teve que administrar sua corrida.

Recuperado da ejetada da semana passada, Paul Jonass conquista um segundo lugar merecido após 2-2. foto: MXGP

Recuperado da ejetada da semana passada, Paul Jonass conquista um segundo lugar merecido após 2-2. foto: MXGP

Sério, na boa, esse deve ser o ano das surpresas! A terceira colocação ficou com um cara chamado Harry Kulas! Se não souber quem é, não se culpe, Kulas nem apareceu na foto nas outras corridas, até que de repente, ele conquista seu primeiro podium na carreira após um incrível 5-3.

Harry Kullas conquista sua melhor perfomance nessa temporada de 2015, resta saber se o finlândes deu sorte ou se vai emplacar mesmo. De qualquer maneira, 5-3 com os melhores pilotos do mundo é de se invejar. foto: MXGP

Harry Kullas conquista sua melhor perfomance nessa temporada de 2015, resta saber se o finlândes deu sorte ou se vai emplacar mesmo. De qualquer maneira, 5-3 com os melhores pilotos do mundo é de se invejar. foto: MXGP

Jeremy Seewer repetindo a ótima perfomance do último final de semana, finalizou na quarta colocação após um 4-5.

Garoto da Suzuki repetiu a ótima perfomance da semana passada e teve outro bom resultado, ficando com o 4º lugar no overall, após um 4-5. foto: MXGP

Garoto da Suzuki repetiu a ótima perfomance da semana passada e teve outro bom resultado, ficando com o 4º lugar no overall, após um 4-5. foto: MXGP

Tim Gajser não esteve em um de seus melhores dias. Sofreu com o areião molhado. Ainda assim, salvou um 5º lugar na geral após um mediano 7-4. Essa foi a chance que Gajser perdeu de encostar em Herlings de uma vez.

Um corrida de recuperação na primeira bateria não permitiu que Gajser conseguisse um melhor resultado. No vídeo abaixo é possível ver uma das ultrapassagens que o piloto fez e o estado crítico da pista. FOTO: MXGP

Um corrida de recuperação na primeira bateria não permitiu que Gajser conseguisse um melhor resultado. No vídeo abaixo é possível ver uma das ultrapassagens que o piloto fez e o estado crítico da pista. foto: MXGP

Destaque também para Valentin Guillod que teve uma perfomance totalmente abaixo do esperado, ficando fora dos 8 primeiros. O piloto da Yamaha não apresenta a mesma perfomance que já mostrou esse ano, e corre o risco de perder a 3ª posição no campeonato para Paul Jonass e Jeremy Seewer.

Classificação do Campeonato após 12 Etapas:

1) Jeffrey Herlings 423 pts – Não correu em Kegums

2) Tim Gajser 377 pts – 5º no GP

3) Valentin Guillod 352 pts – 9º no GP

4) Paul Jonass 351 pts – 2º no GP

5) Jeremy Seewer 345 pts – 4º no GP

6) Jordi Tixier 334 pts – 7º no GP

7) Max Anstie 312 pts – Vencedor do GP

Sempre bom novas caras no Podium! foto: MXGP

Sempre bom novas caras no Podium! foto: MXGP

Que belo GP hein amigos? Tirando Herlings, mais do que nunca afirmo que é impossível chutar algum vencedor. A cada bateria tenho mais certeza que esse ano todos conseguem vencer e tem a capacidade disso.

E por falar em Herlings, que sorte esse fucking bastard tem hein? Pelo amor de Deus, no GP que ele não corre, Tim Gajser não tem sua melhor perfomance e Valentin Guillod não aparece nem na foto! E agora são mais 15 dias de repouso e fortalecimento para voltar com força total em Loket! Não dá pra acreditar em como as coisas dão certo pra Herlings, até mesmo quando tudo dá errado.

E pra finalizar vou deixar pra vocês um onboard de Max Anstie pra pegarmos uma carona na tocada insana do piloto nesse final de semana!

Agradecemos sua companhia, e nos vemos de novo daqui 15 dias, em Loket!

Curtam, comentem e compartilhem sua opinião é muito importante para nós.

Um forte abraço e até a próxima!

Comentários

Comentáros

Leave a Reply