MUNDIAL DE MOTOCROSS 2015 – MX2 TEUTSCHENTALL 2015

Fala galera, tudo bem com vocês?

Ontem vocês conferiram conosco a matéria contando todos os detalhes do 10º round do Mundial de Motocross, e percebeu que a bruxa estava a solta. Se vocês acham que lá o bicho pegou, vocês não tem idéia de como foi a MX2, e pra isso eu estou aqui.

Na classe MX2, a 10ª etapa chegou nas seguintes condições, Jeffrey Herlings na liderança com mais de 120 pontos de vantagem do segundo colocado, Valentin Guillod. Ainda com a vantagem, temos observado uma forte pressão em cima de Herlings, que ao contrário dos outros anos, tem caído mais e sido bem mais forçado a acelerar se quiser continuar andando na frente.

Até que...

Até que…

Até que começa o GP da Alemanha, cai o gate, tem a primeira curva e um king aonde os pilotos mandavam belos scrubs. Eis que a imagem acima resume o final de semana. Herlings se empolgou, exagerou no scrub e foi direto para o chão, na primeira volta da primeira bateria, antes de chegar nem mesmo na segunda curva. Veja o vídeo abaixo e entenda bem o que estamos falando.

Herlings não voltou para a segunda bateria, e o pronto atendimento médico constatou uma lesão na clavícula. A equipe KTM e Herlings anunciaram que o piloto já foi submetido a cirurgia e tratamento e apostam na rápida recuperação de Herlings, que pode já voltar em Uddevalla, mas nada certo ainda.

scrub fail

Momento exato em que “deu ruim” para Jeffrey. O piloto disse em sua rede social que até para um scrub existe um limite, e ele ultrapassou esse. foto: Instagram

Enfim, sem Herlings, tivemos um verdadeiro show de pilotagem de alguns caras, em especial de um cara chamado Tim Gajser! O menino prodígio da Honda fez mais uma de suas aparições sensacionais, incrivelmente rápido e com um estilo muito agressivo, Gajser fez um brilhante 1-2, tendo uma bela briga com Guillod na primeira bateria, e perseguindo de perto Max Anstie na segunda.

Got style? Com o resultado, Gajser roubou a segunda colocação no campeonato de Guillod. foto: MXGP

Got style? Com o resultado, Gajser roubou a segunda colocação no campeonato de Guillod. foto: MXGP

Na segunda colocação, uma surpresa: Max Anstie! O inglês que já provou ser rápido porém totalmente inconsistênte tem apresentado grande evolução ao decorrer dos GP’s e mostrou isso esse final de semana. Um 8º lugar na primeira bateria não apagou o brilho da vitória na segunda bateria, com Max Anstie liderando simplesmente do começo ao fim.

Anstie conquista o melhor resultado da temporada. 2º no overall, com a mesma quantidade de pontos de Guillod. foto: MXGP

Anstie conquista o melhor resultado da temporada. 2º no overall, com a mesma quantidade de pontos de Guillod. foto: MXGP

E por falar em Guillod, o piloto tem sofrido problemas de consistência pelo que temos acompanhado nos ultimos GP’s; e em Teutschentall não foi diferente… O piloto incrivelmente rápido foi segundo na primeira bateria, com direito a uma bela entortada na mesa da chegada. Porém um tombo na segunda bateria fez com que Guillod fizesse uma prova de recuperação até a 5ª colocação.

Guillod tem sofrido com sua inconsistência, mas ao menos, o estilo ainda tem de sobra! foto: MXGP

Guillod tem sofrido com sua inconsistência, mas ao menos, o estilo ainda tem de sobra! O resultado de 5-2 deu a Guillod os mesmos 38 pontos de Anstie, porém a 3ª colocação veio pelo critério da segunda bateria. foto: MXGP

Jordi Tixier ficou em 4º no overall após um 3º e um 6º lugares, sendo a segunda bateria recheada de ultrapassagens, já que o piloto tomou um tombo no começo e teve que forçar para se recuperar. Veja o duelo do francês com Paul Jonass.

E ultrapassou Brian Bogers no mesmo ponto:

Julien Lieber finalizou o TOP 5 após um impressionante 6-5. Eu não entendo esses pilotos que só aceleram quando Herlings não corre ou cai. A quinta colocação foi a melhor da temporada para Lieber.

Lieber_MXGP_10_D_2015

foto: MXGP

Classificação do Campeonato após 10 GP’s

1) Jeffrey Herlings 398 pts – Lesionado

2) Tim Gajser 298 pts – 1º no GP

3) Valentin Guillod 297 pts – 3º no GP

4) Paul Jonass 288 pts – 6º no GP

5) Jordi Tixier 286 pts – 4º no GP

Vamos as reflexões. Fazendo menção a minha última matéria da classe MX2, me lembro de ter citado que Herlings era o cara a ser batido pois até nos dias ruins o piloto esteve no podium, diferente de seus principais concorrentes, que em seus dias ruins estiveram fora do top5. Pois bem, Herlings sofreu uma fratura e não pontuou nesse final de semana, e ainda assim, hoje está a 100 pontos de vantagem do segundo colocado. Você acha mesmo que se Jeffrey não fosse realmente o cara da MX2, ele não teria aberto toda essa vantagem e teria a sua disposição uma zona de “conforto” de dois GP’s (50 pts em cada).

Os contantes tombos “bestas” de Herlings mostram que o piloto está andando acima de seu limite, algo que ele julga necessário para conseguir bater os seus adversários. Essa vez, Jeffrey teve sorte pois teve uma fratura leve, porém todos nós lembramos da história do ano passado, quando Jeffrey liderava o campeonato absoluto e após uma fratura perdeu o título para seu companheiro de equipe, Jordi Tixier. Será que esse drama volta essa temporada?

MX2podium_MXGP_10_D_2015

Eu sinceramente acredito que não; a vantagem de 100 pontos não é tão grande se pensar que ainda restam 10 GP’s, porém, querendo ou não é uma fratura, e ninguem garante que o piloto voltará 100%, tanto como fisicamente como psicológicamente. Fora isso, voltemos a tabela de classificação, são apenas 13 pontos que separam o 2º ao 5º colocado na tabela, e todos ai tem absolutas condições de vencer, ainda mais com Herlings fora de sua condição ideal.

(Me empolguei mesmo, mas foi por um bom motivo)

E é isso ai pessoal! A próxima etapa será em Uddevalla e acho que não preciso falar que vocês não podem perder um só detalhe não é? Vai ser A-N-I-M-A-L-!!!!!

Mais uma do vencedor!

Mais uma do vencedor!

Muito obrigado pela companhia! Curtam, comentem, compartilhem! Sua opinião é muito importante para nós! Um forte abraço, e cabo enrrolado até a próxima etapa!

Comentários

Comentáros

Leave a Reply