MUNDIAL DE MOTOCROSS 2016 – MX2 TALAVERA DE LA REINA 9ª ETAPA

Boa tarde galera! Como vão vocês?

Chegamos a metade do campeonato da MX2 e as coisas ainda parecem dominadas para Jeffrey Herlings. Agora que o piloto da KTM não briga pela temporada perfeita, (perdeu a invencibilidade na etapa passada após vitória em uma única bateria de Dylan Ferrandis), acredito que o holandês corre com menos pressão e logo não se cobra tanto, já que tem todas as provas que é naturalmente mais rápido que os outros pilotos.Veja as provas:

No sábado, quem venceu a prova classificatória foi Dylan Ferrandis, Foi um sinal para Herlings de que algo não estava certo. E meus amigos, nós sabemos que pra ser um campeão você precisa se corrigir quando algo não está certo bem rápido. Foi o que Herlings fez.

Na primeira bateria, Ferrandis largou na frente e Herlings vinha na terceira posição. Após alguma boa disputa (que você confere abaixo), Herlings ultrapassou na sexta volta MUITO rápido. Confira!

Na segunda bateria, Herlings ultrapassou Benoit Paturel para liderança absoluta ainda na segunda volta, administrando bem sua vantagem com maturidade para vencer com tranquilidade. Veja o momento da ultrapassagem e fique de bonus com a tocada absurda do holandes:

No final do dia, Herlings foi o vencedor absoluto após vencer as duas baterias, e sobe mais um degrau na busca pelo título.

Mesmo tendo que realizar ultrapassagens, Herlings não teve muitos problemas para vencer as duas baterias e avançar ainda mais no campeonato. Esse é o 9ºGP consecutivo co vitória do piloto. foto: Mike Vitzer Photo

Mesmo tendo que realizar ultrapassagens, Herlings não teve muitos problemas para vencer as duas baterias e avançar ainda mais no campeonato. Esse é o 9ºGP consecutivo co vitória do piloto. foto: Mike Vitzer Photo

Na segunda colocação, ficou o francês Benoit Paturel, surpreendendo a mim, a você e até a ele mesmo!

Paturel conseguiu um ótimo 4º lugar na quarta bateria e após largar na frente, correu praticamente sozinho para terminar na segunda colocação na segunda e conseguir um inacreditável segundo lugar na geral! Impressionante. Essa foi a melhor corrida da carreira de Benoit Paturel, sem sombra de dúvidas.

Jovem piloto da Yamaha conseguiu o melhor resultado de sua carreira como piloto no Mundial de Motocross, e o melhor resultado da Yamaha este ano. foto: MXGP

Jovem piloto da Yamaha conseguiu o melhor resultado de sua carreira como piloto no Mundial de Motocross, e o melhor resultado da Yamaha este ano. foto: MXGP

A terceira colocação ficou com Paul Jonass, companheiro de equipe de Herlings, que fez o dever de casa e colocou a segunda KTM oficial no pódium do final de semana. Mas meus amigos… Não pensem que foi uma tarefa fácil.

Na primeira bateria, Jonass conseguiu a ultrapassagem a 5 minutos do final para finalizar na terceira colocação. Veja

Já na segunda, a batalha não foi tão fácil assim… Jonass e Jeremy Seweer duelaram até a última volta pela terceira colocação na batalha que foi de longe a melhor de todas do final de semana! Veja o vídeo abaixo e esteja pronto para nem piscar! (2 vídeos)

Jonass enterrando sua moto em uma das canaletas de Talavera de La Reina. O garoto conseguiu dois belíssimos e disputadíssimos terceiros lugares para finalizar na terceira colocação do final de semana, com a mesma pontuação de Benoit Paturel, 2º colocado. foto: Mario bros Photo

Jonass enterrando sua moto em uma das canaletas de Talavera de La Reina. O garoto conseguiu dois belíssimos e disputadíssimos terceiros lugares para finalizar na terceira colocação do final de semana, com a mesma pontuação de Benoit Paturel, 2º colocado. foto: Mario bros Photo

Na quarta colocação tivemos Dylan Ferrandis! O francês foi o mais rápido sábado e foi o cara que mais deu trabalho a Herlings para ser superado. Mas uma terrível largada e um tombo na segunda bateria tiraram de Ferrandis a chance de ocupar um lugar no pódium e reduzir ainda mais o déficit por conta do péssimo começo de temporada.

Quando baixou o gate da segunda bateria, Ferrandis estava fora dos 10 primeiros. Conseguiu se recuperar bem mas um tombo o impossibilitou de avançar mais que a 5ª colocação. foto: MXGP

Quando baixou o gate da segunda bateria, Ferrandis estava fora dos 10 primeiros. Conseguiu se recuperar bem mas um tombo o impossibilitou de avançar mais que a 5ª colocação. foto: MXGP

A  quinta colocação ficou com Aleksander Tonkov após dois sextos lugares e duas provas bem regulares. O importante é que é a primeira vez que eu me lembro que temos duas Yamahas no top5 da MX2. Será uma possível prévia do que vem pela frente?

Aleksander Tonkov em ação na Espanha. Belíssima imagem por sinal. foto: MXGP

Aleksander Tonkov em ação na Espanha. Belíssima imagem por sinal. foto: MXGP

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS 9 ETAPAS:

  1. Jeffrey Herlings – 447 pts
  2. Jeremy Seewer – 325 pts (apenas 7º na geral)
  3. Pauls Jonass – 300 pts
  4. Benoit Paturel – 251 pts
  5. Aleksander Tonkov – 240 pts

É galera, acho que não há nem o que eu falar. Os 127 pontos de vantagem já dizem o bastante. Só gostaria de deixar uma pergunta no ar. E se Dylan Ferrandis estivesse andando no começo da temporada o que está andando hoje? Será que Herlings teria essa supremacia?

Por hoje é só pessoal! Muito obrigado pela atenção e o carinho e nos vemos daqui 15 dias em Saint Jean D’Angely!

Herlings diz "Até a próxima"

Herlings diz “Até a próxima”

Comentários

Comentáros

Leave a Reply