MUNDIAL DE MOTOCROSS 2016 – MX2 VALKENSWAARD 3ª ETAPA

Eai galereeee tudo bem por ai?

Ontem vocês conferiram a matéria da MXGP aqui, e quem ainda não conferiu é só clicar aqui! (Conselho meu de não perder porque modéstia parte foi uma PUTA de uma matéria legal)

Como vocês viram na Braaap Brother’s essa semana, muito se especulava sobre esse GP da Holanda. Primeiro porque é uma pista de areia, e não há como em pensar em areia e não pensar em Jeffrey Herlings… Além de tudo isso, Valkenswaard era o jardim da casa de Herlings, pista local onde o piloto treinava desde sua existência. Bonus de tudo isso é que se Herlings vencesse nesse final de semana, o piloto ia conseguir a 50ª vitória de sua carreira, um marco invejável pra um garoto de 21 anos de idade…

A torcida simplesmente compareceu em PESO mesmo com as condições adversas. Veja ao lado direito da foto como estava a pista. As motos de 250cc sofreram bem. foto: MXGP

A torcida simplesmente compareceu em PESO mesmo com as condições adversas. Veja ao lado direito da foto como estava a pista. As motos de 250cc sofreram bem. foto: MXGP

E vamos falar das corridas então.

Simplesmente não teve pra ninguém. Herlings venceu no sábado, venceu no domingo as duas baterias do início ao fim. Pra ser honesto, na primeira bateria ele teve que ultrapassar Paul Jonass na segunda volta para vencer. Na segunda, estava a um minuto na frente do segundo colocado.

Herlings comemorando a bandeirada da segunda bateria do domingo após vencer em casa e alcançar a marca do 50ª vitória de sua carreira. foto: MXGP

Herlings comemorando a bandeirada da segunda bateria do domingo após vencer em casa e alcançar a marca do 50ª vitória de sua carreira. Veja a ultrapassagem de Herlings em cima do seu companheiro na primeira bateria abaixo. foto: MXGP

Melhor ainda pro time laranja da KTM, que teve além da vitória absoluta de Herlings, ainda dois segundos lugares de Paul Jonass. Mas não pense que foi fácil, veja a briga abaixo de Jonass com Tonkov.

Paul Jonass mostrou nesse final de semana mais uma vez toda sua velocidade. Na verdade, o que ofusca todo brilho e genialidade do piloto é seu companheiro Jeffrey Herlings. Mas nesse caso nem podemos culpar um ou outro, na minha opinião Herlins não é humano... foto: MXGP

Paul Jonass mostrou nesse final de semana mais uma vez toda sua velocidade. Na verdade, o que ofusca todo brilho e genialidade do piloto é seu companheiro Jeffrey Herlings. Mas nesse caso nem podemos culpar um ou outro, na minha opinião Herlins não é humano… foto: MXGP

Já a terceira colocação ficou com Jeremy Seweer. Na verdade, Seweer mereceu demais essa colocação, porque estava realmente mais lento que Max Anstie, porém fora muito mais constante. As vezes amigos, velocidade não é tudo. Seweer fez um 4-3, enquanto Anstie que fora terceiro na primeira bateria, caiu na segunda e ficou fora dos 10 primeiros.

Seweer judiando de sua amarelinha para finalizar mais um final de semana no pódium. foto: MXGP

Seweer judiando de sua amarelinha para finalizar mais um final de semana no pódium. foto: MXGP

A 4ª, 5ª e 6ª colocação foram de Yamahas! Isso é o que eu chamo de time! Respectivamente foi o belga Van Doninck (4-5), Benoit Paturel (7-6) e Kevin Ostlund (9-10 [6º colocado, digamos que entrou aqui no foco da matéria por cota hahahahaha])

Van Doninck tentando seguir o ritmo de Paul Jonass na segunda bateria. Foi o 4º na geral. foto: MXGP

Van Doninck tentando seguir o ritmo de Paul Jonass na segunda bateria. Foi o 4º na geral. foto: MXGP

Benoit Paturel enfrentando com braveza a lama traiçoeira que formou na pista de Valkenswaard para completar o final de semana na quinta colocação na geral. foto: MXGP

Benoit Paturel enfrentando com braveza a lama traiçoeira que formou na pista de Valkenswaard para completar o final de semana na quinta colocação na geral. foto: MXGP

E de bonus você ainda ganha o vídeo da melhor ultrapassagem do final de semana (categoria MX2), que curiosamente foi em cima de Benoit Paturel, que acabamos de citar.

Classificação do Campeonato apos 3GP’s

1) Jeffrey Herlings 150 pontos (6 vitórias em 6 baterias)

2) Paul Jonass 112 pontos

3) Jeremy Seweer 112 pontos

4) Aleksander Tonkov 91 pontos

5) Brent Van Doninck 78 pontos

Herlings no Pódium com sua camisa comemorativa. Após duas lesões e perder dois campeonatos consecutivos, Herlings passou por mals bocados nos últimos anos. Feliz de ver o holandês de volta a ativa como se deve. foto: MXGP

Herlings no Pódium com sua camisa comemorativa. Após duas lesões e perder dois campeonatos consecutivos, Herlings passou por mals bocados nos últimos anos. Feliz de ver o holandês de volta a ativa como se deve. foto: MXGP

E por hoje é só isso pessoal! A próxima etapa volta pra America Latina, e será disputada aqui nos nossos hermanos argentinos! E como aqui não é futebol e não tem rivalidade babaca, admitimos que vai ser ANIMAL, porque essa pista de Nequen é honestamente uma das melhores que já vimos. Lembrando que ano passado, foi eleito pela FIM o melhor GP de toda a temporada 2015. (Título esse que fora do Brasil em 2013 e 2014).

Nos vemos semana que vem! Aquele abraço e até a próxima!

MX2start_MXGP_3_EU_2016

Comentários

Comentáros

Leave a Reply